Kárnia-Rutênia

De Micropedia
Ir para navegação Ir para pesquisar
Império Karno-Ruteno
Flag Coat of arms
Motto: "Indivisibiliter ac Inseparabiliter"
Anthem: "Imperial Anthem"
"Imperial Anthem"
CapitalPersenburgo (capital principal)
Vídeň
Largest city Persenburg
Official languages Inglês
Português
Recognised regional languages Grego
Letzemburguês
Ethnic groups (2018) 67.5% Caucasianos
15% Negros
9% Pardos
3.5% Punjabis
2% Asiáticos
1% Bengalis
0.5% Mongóis
0.5% Egípcios
0.5% Azeris
0.5% Chineses
Demonym Karno-Ruteno
Government Monarquia Constitucional; união pessoal através de monarquia dual;
Federalismo corporativo
 •  Imperador-Rei Oscar I
 •  Chanceler Imperial Thomas de Saena
Legislature Dieta Imperial
Formação
 •  Fundação 1 de Agosto de 2016 
Area
 •  Total ~697 km2
269 113 sq mi
Population
 •  2020 census 256
 •  Density 0,21/km2
0 55/sq mi
Currency Marco Ruteno (RMK)
Time zone BRT (capital) (UTC−3)
 •  Summer (DST) BRST (capital) (UTC-2)
Date format dd/mm/yyyy
Drives on the direita
a. Website oficial
b. Monarquia dual após o Compromisso Karno-Ruteno de 2016.

Kárnia-Rutênia, oficialmente Os Reinos e as Terras da Coroa da Rutênia e as Terras Representadas no Conselho da Kárnia e também conhecida por outros nomes e normalmente referida como Império Karno-Ruteno, é uma monarquia constitucional fortemente baseada na cultura da Áustria-Hungria e é localizada nas Américas, Europa, Extremo Oriente, África e Antártida Oriental. Foi criada a partir da união constitucional entre o Reino da Rutênia e o Império da Kárnia, como resultado do Compromisso Karno-Ruteno de 2016[1][2][3] e foi oficialmente estabelecido em 01 de Agosto de 2016, quando o compromisso foi ratificado. O Império consiste em diversos territórios governados por famílias nobres.

Toda a estrutura do governo é inspirada pela Áustria-Hungria, apesar da profunda preservação de valores democráticos e da integração de diferentes projetos micronacionais que coexistem harmoniosamente sob a liderança do Imperador-Rei. Cidadania pode ser adquirida no site oficial de forma gratuita e participação política é amplamente encorajada. Diplomacia também tem uma posição proeminente na história dessa micronação, que firmou mais de 100 tratados de reconhecimento diplomático em seus primeiros 05 anos de existência[4].

Estrutura e nome

O monarca da Casa de Götzö-Thomaz-Rocha governa como Rei de Rutênia sobre o Reino da Rutênia ("Terras e Reinos da Coroa da Rutênia") e como Imperador sobre o Império da Kárnia ("Terras Representadas no Conselho Imperial da Kárnia"). A micronação possui o nome oficial da Monarquia Karno-Rutena, mas muitas vezes é contraída para "Monarquia Dual" ou simplesmente referida como "Rutênia" ou "Kárnia", mas o nome oficial completo é "Os Reinos e Terras da Coroa da Rutênia e as Terras representadas no Conselho da Kárnia".

O Império é um estado unitário, o que garante um grau de autonomia para suas regiões administrativas. A Dieta Imperial está localizada em Persenburg, a capital imperial e a sede da Corte Imperial. O Império usa várias moedas macronacionais, mas também tem uma moeda comum, o Marco Ruteno. Persenburg serve como capital primária da monarquia.

A inspiração por trás da estrutura e nomenclatura de Kárnia-Rutênia é o Império Austro-Húngaro, uma vez que Karnia e Ruthenia foram inspiradas pela Monarquia dos Habsburgos e a união foi convenientemente feita da mesma forma que a Áustria e a Hungria fizeram em 1867.

História

A história da Kárnia-Rutênia cobre a história do Império e seus estados antecessores, desde a fundação do Reino de Rutênia até os dias de hoje. O nome da Rutênia tem sido usado desde 19 de Novembro de 2014, quando foi fundado como um reino e, a partir de 2016, como Império devido ao Compromisso Karno-Ruteno de 2016. Os períodos históricos se dividem entre Período Pré-Imperial (de 2014 a 2016) e Período Imperial (desde 2016).

Política

Rutênia e Kárnia mantiveram parlamentos separados com seus primeiros-ministros sob um monarca comum após o Compromisso Karno-Ruteno de 2016. Após a Constituição Imperial de 2017, os parlamentos foram unidos em um, a Dieta Imperial, um parlamento bicameral com representantes de todas as regiões do Império. De acordo com o artigo 80, capítulo V da Constituição, a Dieta Imperial é o órgão político com a mais alta autoridade no governo, responsável pela administração do poder legislativo e é dividido em uma câmara superior, a Câmara dos Pares e uma câmara inferior, Câmara dos Representantes. As competências da Dieta Imperial são autorizar a declaração de guerra e a celebração da paz, anular a declaração de Estado de Exceção, autorizar a ratificação de tratados internacionais, autorizar a demissão do Imperador e reconhecer o Príncipe-Herdeiro, autorizar o casamento do Imperador e o Príncipe-Herdeiro, supervisionar as atividades do Conselho de Ministros, dar efeito ao movimento sem confiança, eleger por maioria relativa o Chanceler Imperial e aprovar emendas constitucionais.

O governo compreende ministérios de responsabilidades conjuntas (cultura, finanças, assuntos externos, informação, interior e de defesa). O último ministério criado foi da justiça, em 09 de dezembro de 2016, relacionada ao Suprema Corte Imperial. Essa estrutura foi mantida após a promulgação da nova constituição. Os cargos de ministro-presidente da Rutênia e do primeiro-ministro da Kárnia foram criados após o Compromisso, mas substituídos pelo cargo de Chanceler Imperial em 2017. O Chanceler Imperial é o chefe de governo e líder do Gabinete, nomeando e demitido seus membros. O Chanceler Imperial não tem um mandato fixo, deixando o cargo por demissão ou moção de não confiança da Dieta Imperial. Entre as suas competências, exerce a mais alta autoridade em questões relativas ao Governo, encabeça o Gabinete, nomeia e demite os membros do Gabinete com o consentimento do Imperador, aconselha e é aconselhado pelo Imperador, cria e regula as agências imperiais, propõe leis à Dieta Imperial, participa mensalmente da Dieta Imperial em Sessão Ordinária para responder as Perguntas ao Chanceler Imperial.

Lei

No início da história rutena, que é a origem do próprio Império e do estado com a tradição jurídica mais profunda, não possuía um sistema jurídico único, considerando o uso de princípios de direito comum. No entanto, quando a Assembléia Geral do Reino foi estabelecida, o desenvolvimento de leis mais específicas, como o Código Civil e o Código Penal, acabou forçando a criação de um sistema jurídico diferente do pretendido anteriormente. Portanto, foi criada uma extensa legislação entre os anos 2014 e 2016 até a assinatura do Compromisso Karno-Ruteno de 2016.

Uma vez que os estados do Império foram formados em uma grande maioria de novas micronações, a maior parte da legislação seria proveniente da legislação rutena adaptada a essa nova situação. Em 2016, após a Fundação do Império, o Código Penal comum e um Código Civil, adaptado das versões rutenas de 2015 foram introduzidos após a consolidação da Constituição sobre todas as outras constituições dos Estados que compuseram o Império. A cultura jurídica do Império sempre foi muito rica, mas se tornou muito mais aprimorada ao longo do tempo, especialmente após a conclusão do trabalho da Comissão Constitucional e a promulgação da nova constituição de 2017.

Assuntos Internos

O Compromisso Karno-Ruteno de 2016 criou os estados semi-independentes de Rutênia e Kárnia ligados por união pessoal sob um monarca comum, estabelecendo uma monarquia constitucional com um sistema de federalismo corporativo, um sistema de federalismo não baseado na ideia federalista comum área de terra ou esferas de influência mais próximas para a governança, mas na jurisdição fiduciária para a personalidade corporativa, onde os grupos que são considerados membros incorporam sua própria estrutura por acordo e podem delegar sua legislatura efetiva individual para um governo geral. Este sistema é semelhante ao usado pelo Império Austro-Húngaro, uma versão do federalismo corporativo que deu a sua ampla e variada demografia o respeito aos seus direitos individuais dentro de suas próprias assembleias, em vez de em relação ao território do Império.

A Constituição Imperial de 2017, a terceira em vigor em toda a história imperial, garantiu numerosos direitos novos à população, como uma democracia mais representativa e menos confusa através de um parlamento unificado. Tornar o Estado mais enxuto e mais eficiente foi um dos maiores desafios da Comissão Constitucional, o que tornou o Império um Estado unitário e coeso, mais distante do modelo austro-húngaro escolhido em inicialmente, o que tornou a estrutura do Estado substancialmente mais moderna.

Assuntos Estrangeiros

As relações externas do Império são exercidass pelo Ministério dos Assuntos Estrangeiros. O Imperador-Rei e o Chanceler Imperial desempenham um papel na definição da política, e o Ministro dos Assuntos Estrangeiros tem voz e é quem desenvolve esta política. Desde a sua fundação, o Reino da Rutênia e depois do Compromisso de 2016, o Império Karno-Ruteno e seu governo prestam atenção especial aos assuntos estrangeiros. O primeiro ministério de governo criado foi precisamente o Ministério dos Assuntos Estrangeiros, fundado no mesmo dia que o reino, em 19 de novembro de 2014. A liderança dos Assuntos Estrangeiros está, em prática, liderada por Sua Majestade Imperial e Real, o Imperador-Rei. O Império mensalmente desenvolve relações diplomáticas com várias micronações em todo o mundo, mantendo relações cordiais com todos e apresentando apenas quatro incidentes internacionais, apenas dois dos quais exigiram uma ação mais séria pelo governo.

Forças Armadas

O sistema militar imperial é baseado no princípio da obrigação universal e pessoal do cidadão para proteger sua terra natal. Sua força militar é composta pelo Exército Imperial e Real, Marinha Imperial e Real e Imperial e Real Tropas de Aviação. O exército está sob administração do ministro da Guerra e do Quartel-General Imperial. O Ministro da Guerra é o chefe da administração de todos os assuntos militares e de todas as questões relacionadas à defesa nacional dos estados membros do Império, mas o comando supremo do exército é investido no monarca, como Comandante-em-Chefe.

Geografia

O Império consiste em vários estados constituintes, o maior dos quais é o Reino de Rutênia. Esses estados eram uma vez micronações independentes e se juntaram ao Império através de tratados de união pessoal e, finalmente, juntaram-se ao Império com o compromisso de submeter-se à sua soberania. Estes estados associados têm um alto grau de autonomia nos termos da Constituição Imperial, mas estão sujeitos à interferência da Dieta Imperial e do próprio Imperador-Rei, que apesar de ser o governante direto da maior parte do Império, tem influência em outras regiões. Em 20 de fevereiro de 2017, o primeiro protetorado do império, o Principado de Nossia, foi criado, mas dissolvido em 16 de março de 2017. O Principado de Carpathia reuniu-se ao Império em 22 de junho de 2017, seguindo o Tratado de Gretzenmarcher e elevado ao status de Reino em 02 de agosto de 2017.

Cultura

A cultura retém grande parte da influência europeia originalmente trazida pela Família Imperial e pelos governantes dos estados do Império. Isso coloca uma ênfase importante na família, na religião e nas tradições em geral, como o respeito pelos dias sagrados. Na Rutênia, a música é composta principalmente de música folclórica húngara tradicional, especialmente Csárdás, e música de compositores proeminentes como Béla Bartók, Vittorio Monti, Piotr Ilyich Tchaikovsky e Georges Bizet, e também faz sucesso com as músicas pop atuais. Outros aspectos da cultura rutena incluem corridas de cavalos, caça (proibida pela família imperial desde 2014), missas aos domingos para os católicos e festivais entre junho e agosto dedicados a São Antônio e São João Batista.

A cultura também é amplamente influenciada pela cultura lomeliana, adotando a maioria das tradições e costumes lomelinenses, bem como certas semelhanças com a cultura portuguesa e a cultura italiana. Essas duas grandes influências europeias fizeram, especialmente a cultura liberiana, uma influência romântica e lisonjeira no mundo micronacional. Em Libértia, é usual que um cidadão diga ter três objetivos principais: descobrir, considerando que desde o início, os ancestrais liberianos dedicaram suas vidas a descobrir novas terras e novos modos de vida; criar, as melhores obras de arte sempre inspiraram as melhores mentes da humanidade na reescrita da história, como sabemos hoje, e Preservar, os maiores arquivos do mundo ajudaram as pessoas a entender seus antepassados para melhorar o que já foi feito. Os liberianos, principalmente o povo Grancasiano, praticam algumas das formas de arte que são um dos maiores valores do ducado, a família ducal é muitas vezes vista pintando, compondo, decorando e até mesmo escrevendo peças de arte.

Outras culturas que influenciaram o Império são a cultura croata trazida pelos horvatas e a cultura irlandesa do Reino de Acrin. Após o Compromisso que uniu o Império, essas culturas começaram uma troca mútua, misturando gostos e hábitos, muito enriquecidos pelos aspectos culturais germânicos trazidos pela Kárnia e Letzemburgo. Após o Tratado de Nison em setembro de 2016, muitos elementos franceses foram observados na sociedade e foram introduzidos pelos Cumanheses.

Idiomas

No uso diário, o português é usado pela maioria dos assuntos em Rutênia, Libértia e Horvácia. Na Corte, a língua oficial ainda é o português, mas verifica-se o uso do inglês e o francês. Com a formação do Império e a posterior reforma constitucional, o inglês e o português tornaram-se as línguas oficiais da micronação.

Religião

Desde a fundação do Reino da Rutênia, a liberdade religiosa é garantida por lei a todos os súditos. Esta garantia foi assegurada na Constituição Rutena de 2015 e na Constituição Imperial de 2016 e mais uma vez na Constituição de 2017. Devido à diversidade cultural e social do Império, o catolicismo romano é predominante e é também a religião oficial do Império, de acordo com a Constituição. Mas o Unitarianismo, o Deísmo e a Ortodoxia Oriental ainda gozam de status oficial. O Santo Padroeiro do Império é São Estevão, o Rei da Hungria, também santo padroeiro da Família Imperial. Seu culto adquire mais força quando os estudos genealógicos demostraram um parentesco entre a Família Imperial e a Casa de Árpád através de Maria da Hungria, esposa de Iaroslav Sviatopolchich de Volhinia e também um parente distante de Santo Estêvão. Sua festividade é observada em 16 de agosto, um dos feriados mais importantes do Império. Em Kárnia, o santo padroeiro é São Adalberto de Praga e em Libertia, Leonardo da Vinci foi feito uma espécie de "santo padroeiro", um exemplo a seguir no ducado, de tradição Deísta.

Culinária

Com uma variedade tão diversificada como a sua sociedade, os hábitos alimentares sofrem influência direta da cozinha europeia. A culinária rutena é marcada pelo uso conspícuo de carne em muitos dos seus pratos tradicionais. Normalmente, os rutenos se alimentam de arroz acompanhado de feijão, salada verde bastante variada e carne e ovos. Um prato popular é o churrasco, especialmente a carne, servido com molhos ou com pão francês. Em Persenburg, pratos populares incluem lasanha, pizza, panquecas e também o consumo de doces como bolos e tortas, todos inspirados pelos hábitos europeus dos habitantes da capital. Em Libértia, a comida nacional é a Lasanha de Peixe, que mistura a Lasanha da cultura italiana e do elemento peixe da cultura portuguesa. É um dos pratos mais apreciados em Grancasa e é muitas vezes em dias de comemoração, principalmente jantares de Natal e de corte. Outros pratos tradicionais são Bacalhau, Canelones e todos os tipos de massas e molhos.

Feriados Nacionais

Os feriados nacionais são de suma importância, a fim de inspirar o povo Karno-Ruteno a celebrar a sua cultura única e extremamente rica e existem férias com datas fixas e variadas. As ferias nacionais foram reguladas pelo decreto imperial 028-2016 e outras leis específicas.

Links externos

Referências