Piratini

De Micropedia
Ir para navegação Ir para pesquisar
Reino de Piratini
PiratiniFlag.jpg

Bandeira do Reino de Piratini
Lema Nacional:
Nome em suas demais línguas
Língua Oficial Português
Capital Alegrete
Monarca Rei: D. Celso II de Piratini
Tipo de Govenno Monarquia Constitucional Parlamentar
Fundação 17 de janeiro de 2017
Gentílico ?
Site Site oficial


O Reino de Piratini (Nome oficial: Sacro Reino de Piratini) é uma Micronação criada e baseada nos costumes e cultura Gaúcha, uma remontagem da história baseada na revolução farroupilha, Mas com o formato de uma Monarquia Constitucional Parlamentar. O atual Rei é Sua Majestade Real D. Celso II de Piratini.

Historia

Foi no inicio de novembro de 2016 que Celso Oliveira, realizando uma pesquisa sobre formas de governo e monarquias, encontrou um site chamado Reino da Itália. Curioso, pois achou que aquele fosse algum site pró-monarquia da Itália, acabou aprofundando-se e descobriu o micronacionalismo. Logo pesquisou nas redes sociais e acabou descobrindo o micronacionalismo lusófono, empenhando-se em conhecer mais o hobbie para poder criar sua própria micronação. Convidou alguns amigos e acabou fundando o Sacro Reino de Piratini, no dia 17 de janeiro de 2017.

Geografia

Piratini toma uma área de 282,062km² e com fuso horário de -3 horas em relação à hora mundial GMT. Todo o seu território encontra-se abaixo do Trópico de Capricórnio. Situado na América do Sul, o Reino de Piratini faz fronteira com o Estado de Santa Catarina e com dois países, Uruguai e Argentina. É banhado pelo Oceano Atlântico e possui duas das maiores lagoas do Brasil: A Lagoa Mirim e a Lagoa Mangueira, além de possuir uma das maiores lagunas do mundo: A lagoa dos Patos.

Divisão dos Poderes

Pode-se analisar a cultura local como resultante de duas vertentes: A primeira vertente tem origem nas tradições indígenas dos povos que habitavam o Pampa, e a outra tem origem na colonização européia. A miscigenação entre os indígenas e os europeus deu origem ao que mais tarde seria caracterizado como Gaúcho. Após isso, o território de Piratini recebeu várias ondas de imigração de povos europeus que acabaram por influenciar os costumes locais. Entre as principais características da cultura de Piratini estão: A bombacha, o lenço, o chimarrão, o Poncho, o churrasco, as danças típicas e sua música característica.


Cultura

Pode-se analisar a cultura local como resultante de duas vertentes: A primeira vertente tem origem nas tradições indígenas dos povos que habitavam o Pampa, e a outra tem origem na colonização européia. A miscigenação entre os indígenas e os europeus deu origem ao que mais tarde seria caracterizado como Gaúcho. Após isso, o território de Piratini recebeu várias ondas de imigração de povos europeus que acabaram por influenciar os costumes locais. Entre as principais características da cultura de Piratini estão: A bombacha, o lenço, o chimarrão, o Poncho, o churrasco, as danças típicas e sua música característica.

Links externos